Escolha uma Página



“Para compreender, destruí-me. Compreender é esquecer de amar. Nada conheço mais ao mesmo tempo falso e significativo que aquele dito de Leonardo da Vinci de que se não pode
amar ou odiar uma coisa senão depois de compreendê-la.” Fernando Pessoa


O amor é um sentimento livre… Não há razão nenhuma para questiona-lo, para compreende-lo. Simplesmente não há o que se compreender, o porque do sentimento, que cá entre nós, deveria ser algo universal, deveria existir entre todas as pessoas, deveria ser único, deveria ser a nossa unica lei. Mas não… Não somos tão evoluídos ainda como Osho, Dalai Lama ou Chico Xavier. E falo por mim que ainda necessito do toque, do calor humano, da presença, da voz, do reconhecimento, do carinho pra me sentir viva… Só o amor não me basta para que eu me sinta amada… A palavra eu te amo significa absolutamente nada comparada a atitudes. Como diria aquela música do Titãs… Não existe amor, apenas provas de amor. Precisamos se regados como a natureza para florir, para dar frutos… Precisamos do calor humano para nos fortalecer… Precisamos do toque para sentir o amor.
E sim, precisamos um do outro, precisamos… Precisamos acima de qualquer outra coisa, o nosso maior combustível de vida… O amor. Sem amor nós nada somos… ” Ainda que eu falasse a língua dos anjos e dos homens, sem amor eu nada seria…”
Não há o que ser questionado, não há o que se compreender… Podemos questionar a falta de amor, mas jamais o amor em si. Porque você ama quem você ama? Porque ama e ponto… E pode um mundo te dizer que não… Quem ama, ama. Podemos questionar o que buscamos em um relacionamento… É confiança? Lealdade? Amizade? Paixão? Você pode questionar os valores que tu necessita em uma relação e só.O amor não se questiona, simplesmente se ama… E se desama na falta de amor. A falta de amor é como uma plantinha que morre seca sem ser regada… Que morre se ficar tempo demais exposta ao sol, se você colocar muita água… O amor é assim, deve ser cuidado, nem de menos, nem demais… Mas na medida certa.
Na minha opinião, indiferente de quantas pessoas você possa amar nesta vida, o que realmente importa é como você faz com que essas pessoas se sintam. É a maneira como você demonstra que ama. É a maneira como você cuida do seu jardim e das suas flores.
Parei de querer compreender o amor… Quero compreender apenas a sua manifestação.
>