Escolha uma Página
Sonhos vão e vem… E pousam sobre os nossos pensamentos. – Tento entender a frase de quem quer me fazer acreditar novamente, de quem ri, e quase duvida, que aquele foi um dia um sonho – É um sonho de borboleta, que voou pra bem longe. 
E quando me perguntam sobre os meus sonhos, este, escondido, dentro de um baú secreto, pousa novamente, fazendo brilhar meus olhos.
É o meu lado mais bonito, é o meu lado que ainda acredita, é o meu lado conto de fadas… Como explicar quando tudo o que eu tendo é me mostrar menos, me guardar mais. O que seria de mim se eu te contasse que eu ainda acredito no “pra sempre”, mesmo sabendo que todas as histórias acabam. O que seria de mim se te contasse que eu ainda acredito nos amores eternos, nas histórias que eu li e vi … Que ter filhos, família, os sete cachorros… E envelhecer, “envivecer”, amanhecer, anoitecer, crescer, ser… ao lado de alguém, sempre foi um sonho… E aqui dentro, escondido, ainda é.
Dos natais coloridos com luzinhas, das páscoas alegres, dos domingos de cinema, das brincadeiras…de tudo aquilo que eu já vivi… Das coisas mais simples que eu já vi. Daquilo que sempre encanta o meu coração…Dos sentimentos mais verdadeiros… Do pousar dos sonhos… Novamente, graciosamente… pra alimentar a vida dentro do coração.

>