Escolha uma Página

Você provoca os meus demônios. Você faz de mim doida, doída.  Eu vou pro céu e o inferno no piscar dos seus olhos. Você é caos. Eu provo do melhor e do pior de mim.  E o pedaço teu que existe em mim tem vida própria. Ele invade junto com a tua voz o meu ouvido, desliza através da minha pele que arrepia… Célula por célula… Eu sinto o verbo viver . Volto a entender sobre magia. Sintonia essa. Coisa de pele. Coisa de amor. Tem cara de beco sem saída. 
É a batida forte de um coração descompassado… É isso, é isso que é sentir. De alma exposta e coração saltitante. É a maça que se oferece a nos expulsar do paraíso… Teu riso. 

>