fbpx
Escolha uma Página

Oi, seus lindos! Tudo bem com vocês?

Por aqui tudo lindo, tenho feito terapia online, porque a terapeuta se tornou minha amiga – ou já era minha amiga antes de ser minha terapeuta, e resumindo é um anjo na minha vida – e é bom ter alguém com quem você pode conversar sobre tudo, não é mesmo?! E por isso estou aqui, porque amo falar com vocês também, essa proximidade me deixa incrivelmente feliz. Amo a nossa conexão!

Hoje falamos muito sobre o amor, e ela finalizou com uma frase que se instalou aqui na minha massa cinzenta : Nós seres humanos negamos o que mais queremos.  Um dialogo sobre razão e emoção no comando.

Então resolvi escrever esse texto pra vocês: Se der medo, ame!

Sentir medo faz parte da vida, mas que dá um medo sentir medo, dá mesmo! Sempre achei que o medinho que eu sinto de algumas coisas são pistas de Deus para me mostrar onde eu devo evoluir, onde está minha zona de conforto e o que de fato tenho que confrontar.

E eu te pergunto, qual teu medo? Teu maior medo? Eu acho que o maior medo das pessoas, além de baratas, tubarão, cobra, morrer, etc… É o medo de amar.

Você pode controlar muitas coisas nessa vida como o que vai comer, o que vestir, quem vai ter na vida, suas companhias… Mas você não tem controle nenhum sobre quem amar. É um enigma, um bilhete sorteado.   Essa parte não vem com manual de instruções e eu acredito ser o presente de Deus pra gente, pra nossa evolução aqui na terra.

E o que fazer? Depois de discordar muito da Carina, a terapeuta, em relação a certo ou errado no amor, certo ou errado de se sentir, certo ou errado de se fazer, regras que nunca existiram e aquele bla bla bla   que dizemos a nós mesmos para acharmos que comandamos algumas coisa aqui dentro, chegamos a conclusão que nós seres humanos negamos o que mais queremos, por medo.

Quantas pessoas não assumem sua sexualidade por medo? (falta de amor por si mesmo). Quantas pessoas não assumem o que sentem por medo de uma resposta. Quantas pessoas no mundo tem medo de amar profundamente? De abraçar, olhar nos olhos, dizer eu te amo, eu sou grato… De serem transparentes apesar do “e se..” Quantas pessoas tem medo de amar novamente e se machucar? ( deixe seu maior medo aqui nos comentários pra debatermos).

E se eu amar o que pode acontecer? Pode doer? Pode ele(a) não me querer. Pode. E vai doer. Mas isso vai depender do seu ponto de vista em relação ao amor. Amar pode fazer doer sua boca de tanto sorrir. Ou pode fazer doer o “não possuir” que é um estagio do ego machucado. Porque aqui todos nós nascemos livres e não pertencemos a ninguém, a não ser a nós mesmos. Portanto, a palavra liberdade vem do amor. Só se pode amar em liberdade.

Por tanto, liberte-se:

Se o coração disparar; se o primeiro ou o último pensamento do dia for aquela pessoa; se sentir  borboletas no estômago: liberte o amor que quer entrar.

Se der muito medo de se apaixonar, de se entregar, de assumir, de confiar, de se machucar, se der muito medo… Ame! Ame profundamente. Com toda a sua alma.

Mergulhe profundo na incertaza que é o amor, mas na certeza de que dentro de você é real. Porque mais triste que sofrer por amor, é nunca ter se permitido amar.

Quando o assunto é amor, racionalize bem menos pra dar tempo de amar bem mais! Perca menos tempo com os ” E se”… que só atrapalham.

Não se preocupe se vai ou não dar certo. Se existe aí dentro de você, já deu certo!  Não tenha pressa em demonstrar seu amor, apenas aprecie o momento como alguém que aprecia uma flor sem arranca-la. Sinta a liberdade que é amar alguém por livre e espontânea vontade.  Aprecie a conexão. Permita-se sentir esta dádiva de Deus. Não se negue nunca.

Apenas sinta o amor correndo em todas as células do seu corpo, te trazendo uma sensação incrível, como se estivesse nos braços de Deus. ( isso é amor, vem do universo, inspira, move, mexe, conecta).

Feche seus olhos por um instante, veja a pessoa que vem na sua mente… Abrace-a com sua melhor energia e lhe envie somente bons pensamentos e vibrações.

Não pense em nada, sem medo, sinta o amor que existe em você. E se conseguir, vai compreender como o amor pode nos tocar.

Lembre-se: O que é pra ser neste mundo, tem uma força tão incrível que nenhum cientista poderia explicar a mágica que o amor verdadeiro pode causar na vida das pessoas. Esqueça de querer controlar o que sente.

Histórias lindas de amor nascem daqueles que venceram seus medos. Daqueles que escolheram abrir a porta quando o amor bateu. Daqueles que mergulharam fundo em um abismo sem saber se haveria alguém para o resgate. Pode não haver. Esse é o risco. E daí?

Mas se tu me perguntar se vale a pena… Amar sempre vale a pena! Sempre vale o risco.

Por isso, se der medo… Ame!

Com amor,

Beta!

>