fbpx
Escolha uma Página

Olá amados! Hoje é um dia muito especial!

Dia 19 de Março é o dia de Saint Germain, um dos mestres ascensionados da Grande Fraternidade Branca. Como Chohan, trouxe para a humanidade o 7º Raio, a Chama Violeta, que promove a justiça e a liberdade. Ao lado das mestras Portia (sua consorte) e Kuan Yin, deusa da misericórdia, está relacionado ao sétimo dia da semana, o sábado, e trabalha com a energia da transformação. Os mestres ensinam que tudo o que se refere à vida está sujeito à transformação da Chama Violeta, pois tudo está em eterno movimento.

Aprendizados

Os mestres nos concedem grandes lições, porque nos mostram a importância de estarmos abertos ao que o mundo tem a nos oferecer e deixar fluir as experiências. Segundo os orientadores, até a dor que de vez em quando aparece em nossos caminhos é instrumento de transformação e aprendizado. Muitos entre nós precisam aprender a acolher a energia do Sétimo Raio sem medo das mudanças. E abrir o coração e permitir que o novo habite em nossas vidas representa um começo de muitas maravilhas. Em muitas ocasiões, temos medo do futuro e nos apegamos ao passado, tentando permanecer em uma pseudo zona de conforto. Inclusive o atual cenário de incertezas pelo qual estamos passando no Planeta Terra parece refletir essa ideia.

Um pouca de história

Dizem que Saint Germain, também conhecido como São José, reencarnou muitas vezes na Terra, trazendo grandes conhecimentos e revelações à humanidade. Ele se tornou um chohan, porque esse patamar é atingido por aquele que focaliza a consciência Crística de um raio para a humanidade ainda não ascensa. E, para ocupar essa importante função, é necessário cumprir com louvor as leis daquele determinado raio durante numerosas encarnações. Além disso, precisa ter passado por testes e iniciações antes e até mesmo depois da ascensão e ele ele conquistou esse lugar.

O homem prodigioso da Europa

Saint Germain viajou extensamente através da Europa por pelo menos mais 40 anos e em todos aqueles períodos nunca parecia ter envelhecido. Ele tocava violino e era um pintor talentoso. Além disso, ficou conhecido por transformar metal em ouro. Mas, segundo ele, a verdadeira alquimia seria a de transformar o coração dos homens. Há relatos que ele teria sido ligado a sociedades secretas incluindo os Rosacruzes, Mansões Livres, Sociedade dos Irmãos Asiáticos, Os Cavaleiros da Luz, A Iluminação e a Ordem dos Templários, entre outras. Voltaire, renomado filósofo do século XVIII, homem da ciência e da razão, disse de Saint Germain, “Um homem que nunca morre e que sabe todas as coisas”. Agora, como Mestre da Era de Aquários, Saint Germain traz a maior dádiva que Deus já deu a seus filhos, a Chama Violeta, que é a própria Chama da Liberdade.

Transformação

Saint Germain traz consigo a mudança e, se não resistirmos, temos a possibilidade de usufruir cada segundo dos benefícios da transformação. Podemos observar que as barreiras que nos prendem, geralmente, refletem a falta de confiança em nossas forças interiores. Porém, como o novo milênio será regido por essa energia libertadora da Chama Violeta, nada irá conter essa força que nos impulsionará aos novos mundos do espírito.
Dizem que ele assumiu a forma humana em alguns momentos históricos importantes, sempre ensinando a alquimia do amor. Contam as lendas espiritualistas que ele foi, entre outras encarnações, o famoso mago Merlin, instrutor dos Cavaleiros da Távola Redonda. Foi também o desbravador Cristóvão Colombo que, entre outros feitos, uniu os continentes antes separados pelo oceano e pelo medo.

O Poderoso Alquimista

Por várias vezes encarnou entre os nobres europeus, quando, finalmente, assumiu a identidade que o tornou mundialmente conhecido. O famoso Conde Saint Germain, poderoso alquimista que transformava metais inferiores em ouro e que nos ensina por meio de mensagens e canalizações, o caminho da transformação. Na realidade, ele transmutava algo bruto em um elemento nobre! Ele nos trouxe a Chama Violeta, que nos concede o poder de transmutar e libertar. Muitos estudiosos dessa Nova Era destacam que a Fraternidade Branca orienta, porém a ação é nossa, ou seja, de cada um de nós. Conforme os mestres, nada substitui a ação – a prática constante e a determinação de seguir em frente, mesmo nos deparando com situações adversas.

O Movimento

A Fraternidade Branca ensina também que a crença no sofrimento deverá ser retirada de nós, pois como eles revelam não há sofrimento. Nesse movimento, há somente desafios e aprendizados. Em sintonia com essa vibração, devemos ser levados a acreditar em nossas capacidades naturais. Dessa forma, podemos compartilhar com a humanidade os dons que nasceram conosco e que estão à espera das oportunidades de serem manifestos.
Os mestres destacam que, para que a transformação da Chama Violeta aconteça, precisamos mergulhar profundamente em nós mesmos. E parece que o cenário no mundo está bem atual ao que o 7º Raio propõe. Devemos também rever nossas crenças e mudar nossas atitudes. Para isso, é extremamente importante participar de grupos, seminários e outras atividades. Apesar disso, neste momento essas ações ocorrem de maneira remota em solidariedade a todos. Nesse sentido, podemos trocar energia e saberes com as pessoas que estão no mesmo caminho e aprender. Eles nos ensinam a nos esvaziarmos de nossas crenças do passado e daquilo que já não serve mais para abrir espaço e receber o novo.

Monte Shasta na Califórnia

Conforme o dados do site Grande Fraternidade Branca, a Chama Violeta é uma grande dádiva de Deus. Foi liberada em 1930, quando Saint Germain apareceu aos pés do monte Shasta na Califórnia à Guy Ballard, mensageiro de Deus no Movimento I AM (Eu Sou), para libertar a humanidade. O monte se tornou o principal foco de irradiação da Chama Violeta do Mestre Saint Germain para o planeta Terra.

Libertação

Sempre, em todas as encarnações, trabalhando para libertar seus irmãos, Saint Germain foi acumulando em sua própria consciência e alma uma tal quantidade de energia de liberdade, que hoje ele é uma fonte inesgotável de Chama Violeta, a chama da justiça e da liberdade, à disposição de todos os filhos de Deus. O Fogo Sagrado que transmuta a causa, o efeito, o registro e a memória do nosso passado e o carma negativo. Esta é a Chama da Transmutação, da Liberdade e do Perdão Divino.

Mensagem do Mestre

Em uma de suas mensagens, Saint Germain dizia: “Transforme a si mesmo e veja a sua vida se transformar em uma vida de verdadeira libertação, prosperidade, amor e abundância. Em outros tempos nós agimos espiritualmente para elevar o homem, ajudando e amparando e até encarnados como Mestres Ascensionados estivemos juntos a vocês. Porém, hoje estamos aqui para despertar em cada um sua potência de Mestre, de ser de luz e de libertação. Muitas vezes, temos falado para que não deixem as ervas daninhas se procriarem no seu interno. Corrijam suas falhas, modifiquem seu caráter, não dêem espaço à dor, à raiva, às brigas e às más palavras. Não desrespeitem a sua luz, trabalhem para melhorar o seu ego, trabalhem para se tornarem seres mais amorosos, que aceitam a vida e que compreendem o outro. E aí encontrem a libertação.

O trajeto e os pensamentos

E ele continua: A serviço daquilo que Eu Sou, ensino-lhes humildemente como Mestre: O caminho da libertação está em se assenhorar de si mesmo, não apenas de seu corpo, controlando aquilo que come ou aquilo que faz, mas, principalmente, da sua mente e do seu coração, controlando aquilo que pensa e dando espaço ao amor. Eu Sou Saint Germain”.

Vale destacar que o Sétimo Raio – Chama Violeta é o regente da Nova Era e Saint Germain é o Mestre que trabalha a serviço desta chama que fará a transformação planetária. As personalidades que estão alinhadas com a energia do Sétimo Raio têm um papel extremamente importante na conscientização das outras pessoas sobre os processos que envolverão a chegada dos novos tempos.

Uma Nova Era

Conforme a escritora Maria Silvia Orlovas, em seu livro “Transformação com a Chama Violeta”, a libertação oferecida pelo Sétimo Raio é algo que afetará todos os seres humanos, pois trará uma grande mudança na forma de viver, significando o início de um tempo de amor e respeito. O desafio do Sétimo Raio é não se perder na visão espiritual. É preciso estar em alerta para aquilo que não pode ser visto com os olhos, mas o que é constatado pelo coração. Como as mudanças não vêm prontas, os filhos deste raio sofrerão em suas vidas grandes desafios, pois enfrentarão frequentes transformações. Não viverão apenas para defender uma única causa, nem mesmo terão uma única profissão. Mesmo aqueles que não sabem de sua orientação espiritual viverão tantas transformações que acabarão por procurar orientação, porque, segundo ela, o principal componente deste raio é colocar a espiritualidade em prática.

O poder da oração e da conexão

Com o poder da palavra e invocações diárias, Saint Germain sustentava uma fonte de Chama Violeta (energia de Liberdade) que atraía pessoas de lugares longínquos; desta forma as pessoas eram libertadas da servidão humana e de todos os males. Todos aqueles que fazem invocações diárias à Chama Violeta, tornam-se pequenas fontes de libertação para seus irmãos. Você pode testar isso. Experimente colocar o nome de seus irmãos no mantra da chama violeta.  Faça você também a diferença para um mundo melhor, invoque a Chama Violeta de Saint Germain, para toda a humanidade e ajude nosso “Santo Irmão” a expandir a energia Violeta. Repita quantas vezes sentir no coração: Eu Sou o fogo violeta com a chama do 7º Raio, Eu Sou a elevação na libertação da minha alma”. Namastê!

>